Buscar
  • Débora Ventura

Movimento pelo bem-estar. Por Débora Ventura.


O que diferencia um ser vivo de um não vivo? Além da respiração, capacidade de reproduzir-se e muitas outras caraterísticas, a movimentação em diversos níveis é uma particularidade dos seres viventes.

Assim como precisamos de alimentação e oxigênio para a nutrição celular, o movimento é essencial para o desenvolvimento e manutenção do sistema locomotor. Músculos, articulações, órgãos e até a circulação dependem do movimento para funcionarem com plenitude. A estagnação leva progressivamente à atrofia, à desidratação articular, à falta de circulação, e em alguns níveis até mesmo à morte.

É só pensar no que acontece quando precisamos ficar com algum membro imobilizado por um tempo. Passado o período de imobilização, nos deparamos com um lado muito diferente do outro, que permaneceu ativo. Se for, por exemplo, um braço fraturado, após algumas semanas ele estará mais fino, com músculos fracos e encurtados.